22/01/2019 16h21 - Atualizado em 31/01/2019 20h41

IBGE

Órgão prepara-se para o Censo e quer concurso de temporários

A seleção será grande e são esperadas aproximadamente 250 mil vagas para atuação em todas as regiões do país, em vários cargos.

Cada vez mais próximo de realizar o projeto do Censo Demográfico 2020, o IBGE trabalha para conseguir reunir mão de obra necessária para executar a pesquisa. O órgão revelou que já deu início ao processo de realizar concurso para temporários o quanto antes, uma vez que a seleção seja autorizada.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística se preocupa, no entanto, com o fato do Governo Federal não ter emitido nenhum parecer sobre autorizar o concurso até o momento. O órgão espera ter os temporários já contratados antes de setembro, quando iniciará um Censo Experimental.

Se não houver uma resposta para conseguir convocação dos temporários a tempo, o cronograma poderá ser atrasado. A proposta do IBGE é para contratar 250 mil funcionários para atuar em todo o país.

As oportunidades são para os cargos de: recenseadores, com contrato de até cinco meses, de nível fundamental; agentes regional e administrativo, com contrato de até um ano, agentes municipal e de informática, com contrato de até dez meses e agente supervisor com contrato de até nove meses, todos de nível médio; e analista censitário, com contrato de até dois anos, de nível superior.

As remunerações variam conforme a produtividade. A carreira de recenseador pagou em torno de R$2.600 no Censo 2010. Para agente censitário o salário foi de R$2.058, para agente municipal, R$2.358 e para agente de informática, R$2.158. Agentes administrativo e regional tiveram encargos de R$1.958 e R$2.958, respectivamente.

Já está prevista no Orçamento de 2019 do Governo Federal a verba que será utilizada na realização do Censo 2020. O plano autoriza a utilização de mais de R$240 milhões para a pesquisa que é a mais importante do IBGE.

Paralelamente há a preocupação do Instituto em preencher seu quadro de efetivos. A última autorização enviada ao extinto Ministério do Planejamento, que pedia 1.800 vagas, acabou arquivada no final de 2018. O IBGE, no entanto, já confirmou que enviará novo pedido ao Ministério da Economia, que absorveu as atribuições do Planejamento.

Espera-se que as mesmas 1.800 vagas sejam solicitadas. 1.200 são para técnico, de nível médio e remuneração de R$3.890,87. As outras 600 são para analista, que requer graduação superior e remunera em R$8.213,07.

O dia da inscrição será informado no site www.concursos.com.br.  Acesse o site diariamente para não perder o prazo da inscrição.

Prepare-se com antecedência para a prova. Solicite seu Material de Estudo em DVD. Pague quando entregar por R$ 49,90. Será aceita a devolução em até 7 dias do recebimento.

Solicite seu DVD no formulário abaixo:

Nome Completo:
Cep:
Endereço:
N° da Residência:
Bairro:
Cidade:
Estado:
E-mail:

Correios

Correios

Nível Médio = R$ 2.885,37

O correios costuma abrir concurso de surpresa. Portanto, é preciso que os interessados já comecem a se preparar.

O último concurso ocorreu em 2011 trazendo vagas em diversas áreas.

O cargo de carteiro exige nível médio e tem salário inicial de R$ 2.885,37.

O Cargo de Atendente Comercial e Operador de Triagem e Transbordo tem salário de R$ 2.348,87 (Nível Médio).

As disciplinas cobradas no último concurso foram matemática, português e informática.

As inscrições para o concurso dos Correios ainda não foram abertas, mas até lá vamos atualizando todas as informações.

Prepare-se com antecedência para a prova. Solicite seu Material de Estudo em DVD. Pague quando entregar por R$ 49,90. Será aceita a devolução em até 7 dias do recebimento.

Solicite seu DVD no formulário abaixo:

Nome Completo:
Cep:
Endereço:
N° da Residência:
Bairro:
Cidade:
Estado:
E-mail:
DDD + Celular:

CONTINUE LENDO...
Digite seu e-mail para continuar lendo esta notícia:
* E-mail:

Copie esta notícia e cole em seu site ou blog, citando a fonte:
https://www.concursos.com.br
© Copyright 2014 - 2019 Concursos.com.br